mai 24, 2013

Simplesmente REINICIE…

“Quando achamos que tudo em nossas vidas está resolvido, estabelecido, definido, em zona de conforto, em bases revestidas de inquestionáveis certezas, vem uma “onda” e, de um dia para o outro, tudo muda. Como se o nosso mundo fosse tabuleiro de um jogo, com pecinhas soltas, aos quais calculávamos firmes. 

Os nossos achismos de normalidade são todos jogados ao chão. E a nossa couraça ganha mais alguns milímetros.

Passamos por “ondas”. Maiores ou menores, fortes ou fracas, mas todo mundo acaba tendo seu jogo revirado de um jeito e de outro e, da reviravolta, novos caminhos são traçados sem a nossa interferência. 

Então, jogados ao chão, resta-nos bater a poeira da roupa, preserver o que aprendeu, concluir o ciclo sem revoltas, levantar-se mesmo sangrando (ou se deixar ser levantado por alguém que surge), e seguir em frente, pois o jogo estará começando de novo e uma nova etapa de sua missão estará sendo aberta.

Siga com dignidade e supremacia, e simplementes reinicie.

Forças necessárias para continuar seguindo em frente? Não se preocupe com isso, elas virão por meio de pessoas, novas propostas, novas vontades, novos amores, novos ares, pela sua fé. Espaços vazios sempre serão ocupados.  

Eu gosto muito de gente que cai e se levanta. Elas trazem um cansaço natural, claro, mas há nelas um olhar mais apurado, um rosto avante, um sonhar com pranto mínimo, um labirinto desvendado, uma luz buscada por encalço, uma sobrevivência testada com pouca comida e pouca bebida, uma paixão audaz por si mesmo, um espírito depurado, uma vontade de ganhar o mundo outra vez e quantas vezes forem necessárias. Uma necessidade de horizonte, de DEUS, de vida.”

(adriana studart)

 

arquivo

maio 2013
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031